Welcome guest, is this your first visit? Click the "Create Account" button now to join.

User Tag List

Resultados 1 a 15 de 15
  1. #1
    Motociclista Avatar de CkOFan
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Porto Alegre - República Rio-Grandense
    Posts
    1.548

    Partindo para o Uruguai de Yes

    Eae xiruzada!

    Hoje a noite estou partindo para a minha primeira viagem internacional! Vou com a minha Yes de Viamão - RS até Montevidéu - UY.

    Segue as projeções para a viagem:
    KMs rodados: Aproximadamente 2mil
    Quem vai: Eu e minha esposa
    Veículo: Yes 125
    Gasto estimado: Estamos levando 2mil, sendo que 500 será apenas para hospedagem (hotéis já reservados pelo booking.com)
    Período: De 07/05 à 11/05

    Será nossa primeira viagem longa de moto, então não temos ideia de como é, quando gasta, etc.
    Conforme der, vou postando mais informações no caminho.

    Abraço galera!

    E bora botar a pequena na estrada!! o/

  2. #2
    Motociclista experiente Avatar de Schao.gs
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    RS
    Idade
    26
    Posts
    2.146
    Opa, boa viagem amigo!

    Você já deve conhecer, mas não custa avisar, muito cuidado no Taim, tem sempre animais atravessando pela pista. E aquele trecho também é cheio de radares! E nesse trecho também são escassos os postos e locais para comer!

    falooowww

  3. #3
    Motociclista Avatar de Ricardo Cazati
    Data de Ingresso
    Mar 2015
    Localização
    Birigui
    Idade
    26
    Posts
    797
    Boa viagem amigo !
    mais um com uma pequena pela america do sul,
    logo logo sou eu também nessas jornadas kkkkkkk

    muito cuidado pela estrada e vê se tira bastante fotos e posta aqui pra gente ver,
    abraços.
    A arte de ser louco é jamais cometer a loucura de ser um sujeito normal !


    2002 Honda CBX 250 Twister Vermelha - Finalmente 250cc.
    1997 Honda CG 125 Titan Azul - Minha guerreira eterna.
    2014 Traxx Sky 125 Prata - Emprestada da minha mãe por uns meses.

  4. #4
    Usuário de motoneta Avatar de carr1jo
    Data de Ingresso
    Mar 2011
    Localização
    Cascavel PR
    Idade
    23
    Posts
    376
    Boa viagem!
    Aproveite bem pois viajar de moto é uma das melhores coisas da vida!
    Anterior: Suzuki EN 125 YES 2008
    Atual: Fazer 250 BlueFlex 13/14

  5. #5
    Piloto de moto Avatar de Vulcan
    Data de Ingresso
    Oct 2014
    Localização
    curitiba - PR
    Idade
    27
    Posts
    3.593
    lhe desejo uma boa viagem e um ótimo aproveitamento!

    minha dica é vacina de pneu. pode poupar muito esforço!

  6. #6
    Usuário de motoneta Avatar de Alexandre RJ
    Data de Ingresso
    Feb 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Idade
    38
    Posts
    431
    Boa viagem amigo!
    Vou acompanhar o seu post, suzuki yes é guerreira.
    O máximo que viagei com a minha foi 400 km de ida e volta, mas tô querendo ir à Ser ano que vem com uns amigos.
    Vai postando sobre desempenho, consumo, etc...
    Abraço.

    Enviado de meu GT-N5110 usando Tapatalk
    Última edição por Alexandre RJ; 06-05-15 às 22:36.
    Use capacete, pois a multa você pode pagar, mas a vida não tem preço!

    Tenha uma vida equilibrada: ande sobre duas rodas

    (Clique na Imagem para ver minha moto)

  7. #7
    Motociclista Avatar de CkOFan
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Porto Alegre - República Rio-Grandense
    Posts
    1.548
    Valeu galera, dicas valiosas! Daqui a pouco to pegando a estrada.
    Vou me esforçar pra lembrar de medir consumo, desempenho eu passo certo.
    Fotos vão ser muitas, minha esposa é fotografa, então não tenho como fugir.
    Vou tentar postar umas fotos da pequena montada pra viagem.

  8. #8
    Motociclista Avatar de Pablo Peres
    Data de Ingresso
    Feb 2011
    Localização
    Barra Mansa - RJ
    Idade
    26
    Posts
    1.141
    Parabéns pela coragem e boa viagem amigão!
    Um abraço e vão com Deus!


    Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk.
    1ª: Honda Bros 150 2010 (SuperMotard)
    2ª: Honda CB 300R 2012
    Atual: Dafra Apache RTR 2011

    Corram pelos seus sonhos! Ninguém vai correr por vocês!

  9. #9
    Usuário de motoneta Avatar de 125ecia
    Data de Ingresso
    Feb 2015
    Localização
    Curitiba e São Paulo
    Posts
    164
    Cara deve estar muito frio por aí. Boa Viagem.
    Visite espaço reservado para Motos Antigas, Grandes ou Pequenas sem distinção.

    Clique Aqui ao lado
    -Motos Antigas - 125ecia.blogspot.com

    

  10. #10
    Novato
    Data de Ingresso
    Oct 2014
    Localização
    Santa Bárb. D'Oeste SP
    Idade
    44
    Posts
    25
    Parabéns ao casal pela iniciativa. Desejo uma boa viagem. Já tive uma yes e sei que ela é guerreira, basta respeitar os limites dela, que ela vai longe!! Boa sorte pra vocês!

  11. #11
    Usuário de motoneta Avatar de spygtba.
    Data de Ingresso
    Aug 2011
    Localização
    Guaramirim
    Idade
    36
    Posts
    168
    E o relato da viajem? Estamos esperando e as fotos tbm. Te incomodaram lá por causa das faixas refletivas nas roupas ou uso do colete?

  12. #12
    Motociclista Avatar de betocampana
    Data de Ingresso
    May 2015
    Localização
    Assis - SP
    Posts
    515
    Acompanhando o tópico pra conhecer mais da Yes

  13. #13
    Motociclista Avatar de CkOFan
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Porto Alegre - República Rio-Grandense
    Posts
    1.548
    Eae gurizada! Voltei! hehehe


    Então, deu tudo certo na viagem. A moto não deu nada de problema, o tempo foi ótimo, não peguei chuva e o frio não foi tão intenso. Não tinha como ter sido melhor.


    Segue abaixo os relatos:


    - 1º Dia
    Saímos de casa aproximadamente as 6 horas da manhã. Estava beeeem frio, mas o céu estava sem nada de nuvens, clima perfeito pra pegar a estrada.
    Rodamos aproximadamente 150kms e paramos para tomar café em um restaurante na beira da BR 116, perto de Sentinela do Sul.
    Aproveitamos a parada para a minha esposa colocar a segunda calça, pois havia esquecido de colocar antes de sair e acabou passando bastante frio nas pernas.


    Depois da parada pro café, voltamos pra estrada e seguimos tocado até perto São Lourenço do Sul, onde abastecemos a moto e paramos um pouco para esticar as pernas e ir ao banheiro.
    Depois da parada rápida, voltamos pra estrada rumo a Pelotas. Chegamos lá por volta do meio dia. Paramos para pegar dinheiro no banco, já que seria a última parada antes do Chuí (onde não tem nenhum caixa do Itaú) e também aproveitamos pra almoçar.
    Deixamos a moto em um estacionamento na frente da praça central de Pelotas e almoçamos em um buffet ali perto. Sem demora terminamos de comer e já voltamos pra estrada. Aproveitei pra completar o tanque, já que teria longos 250kms até Chuí.
    Voltamos pra estrada... e que estrada, certamente a parte mais cansativa da viagem inteira. Atravessar a reserva do Taim é bonito, mas é chato pacaralho. Uma reta sem fim, muitos animais mortos na beira da estrada (muitas capivaras dilaceradas), por sorte não tive nenhum susto e nenhum animal se atravessou na minha frente.


    Achei que não teria posto até Chuí, mas pra minha surpresa tem uns 2 postos de combustível funcionando. Paramos no segundo, já a uns 90kms de Chuí, para tomar um café e alongar as pernas. Essa estrada é extremamente cansativa.
    Terminamos o café e borracha no asfalto!


    A uns 8kms de Chuí, a moto pediu a reserva. Foi exatamente um tanque de Pelotas a Chuí, mantendo sempre a velocidade entre 80 e 100kms/hr, exceto nos pardais fixos que tem na via.
    Chegamos em Chuí por volta das 17:30. Contratamos a Carta Verde (ao lado do primeiro posto de gasolina, um local bem sinalizado com várias placas e bandeiras verdes), 120 reais para 5 dias de Viagem, trocamos o dinheiro e pernas pra que te quero! Enchi o tanque e me assustei um pouco com o preço, 500 pesos na gasolina Super. A qualidade do combustível realmente é melhor, mas achei que fosse mais barato o litro.


    O sol já se escondia quando passamos pela Aduana Uruguaia, a imigração foi bem rápida, o senhor que estava cuidando a passagem nos pediu os documentos, eu nem terminei de tirar eles do bolso e ele já me disse que eu tava liberado. Me desejou boa viagem e assim partimos rumo a Punta del Diablo.


    Já era praticamente noite quando entramos na Republica Oriental del Uruguay. De cara já se nota a qualidade da sinalização da via, muitos refletivos na via, o que facilita a nossa vida. Velocidade máxima de 90kms na via e o asfalto incrivelmente bem preservado. Passamos pela fortaleza de Santa Teresa, mas não entramos. Muito bela a vista dela a noite, bem iluminada.


    Eram aproximadamente 19:30hs quando chegamos a Punta Del Diablo. Um vilarejo bem bonito, como quase todos no Uruguay, e bem deserto, nesta época do ano ao menos. Penamos um pouco para achar a tal pousada La Madriguera, mas com a ajuda de uma senhora muito atenciosa, e do Seu Luis, o visinho da pousada que eu estava a procura, encontramos. Conhecemos o Nicolas, dono da pousada, e para nossa surpresa tivemos um upgrade na estadia. Eu alugeui um quarto na casa do próprio Nicolas, mas ele tinha visitas e decidiu nos deixar em um quarto da sua pousada (El Diblo y El Mar), que fica ao lado da casa. Ficamos em um quarto independente, com cozinha e banheiro, tudo muito bonito e confortável. Ficamos na pousada de 65 dólares por apenas 35. Para jantar, pedimos sugestões ao Nicolas e ele nos indicou uma pizza a tele entrega, custou 200 pesos e foi uma das melhores pizzas que eu já comi, realmente excelente. Comemos e fomos dormir, pois no dia seguinte a estrada nos aguardava!


    - 2º Dia
    Acordamos na sexta feira às 8hs e saimos para conhecer o local, o Seu Luis estava no pátio e nos perguntou como tinha sido a noite. Nos deu algumas dicas de onde tirar boas fotos. Realmente o pessoal de lá é muito atencioso, muito por ser um local turistico, mas nos surpreendemos com tamanha simpatia da população Uruguaia.


    Fomos a pé dar uma volta no vilarejo, que tem um relevo muito belo e uma costa exuberante, com muitas pedras e uma faixa de areia linda. O tempo estava perfeito, deu até calor, o céu extupendo e sem muito vento. Já eram quase meio dia quando saimos de Punta Del Diablo, pegamos algumas dicas com o Nicolas, que nos falou da obrigatoriedade de usar o colete, mas como a nossa moto estava bem sinalizada e as duas jaquetas tinhas faixas refletivas, não me esquentei muito.


    Voltamos a estrada e pegamos a Ruta 9 até o km 161, onde etraríamos para conhecer Jpsé Ignácio e desembocar na Ruta 10, rumo a Montevideo.
    No caminho paramos em Rocha, uma cidadezinha bem bonita e bem humilde. Estacionamos em frente a um mercadinho para comer umas papas e tomar um refresco (batatas e refigerante). Completei o tanque para, deu aproximadamente 200 pesos.


    Depois de alguns kms, chegamos na entrada de José Ignácio, mais alguns kms e chegamos até o Farol. O vilarejo é bem pequeno e a sua maior atração é o farol, realmente muito bonito, tanto ele quanto as praias que o cercam. Muitas pedras, e um céu realmente encantador.


    Voltamos pra estrada e agora pegamos a Ruta 10. Fomos costeando o litoral do Uruguay, até Punta del Este. Um lugar muito bonito realmente, diferente de todas as cidades que passamos, muito chique e com muitos turistas, muitos brasileiros inclusive. Tiramos uma foto na famosa escultura da mão e partimos... ao menos tentamos, pq até conseguir sair de Punta eu levei uma surra daquelas ruas kkkkk
    Depois de finalmente conseguir sair de lá, fomos até o local que fica a Casa Pueblo, um dos locais mais bonitos que conheci por lá. Uma vista incrível e uma vista do sol de fazer pensar na vida. É um bom lugar para comprar lembrancinhas também, tem muitos vendedores. Já eram quase 17hs quando saimos de lá, voltamos pra Ruta 10 e seguimos até Piriápolis. Não chegamos a parar lá, mas a praia é muito bonita e parece ser um local muito legal de passar alguns dias.


    Não queria chegar muito tarde em Montevideo, então tocamos direto pela via Interbalneária. Uma via bem larga e muito bem sinalizada, com bastente postos de gasolina. Lá é muito comum as motos andarem na via da direita, beem na direita, muitas vezes no acostamento. Fui na deles e me mantive sempre pela direita, facilitando a ultrapassagem dos carros.


    Pouco antes de chegar a Montevideo abasteci novamente a moto, deu algo em torno de 200 pesos. Entramos na capital já era noite, mas não foi difícil chegar no Hotel. Ele ficava bem no centro, na Cidad Vieja, em frente ao Teatro Solís. Chegamos no Hotel e lá já conseguimos o contato do estacionamento. 300 pesos por 2 dias, achei um bom preço para estacionar no centro da cidade. Deixamos a moto lá e ficamos no Hotel. Muito bem localizado e com uma vista belíssima da varanda. Fomos jantar no primeiro restaurante que encontramos aberto, a umas 3 quadras do Hotel. Jantamos um cordeiro a brasa, a carne no Uruguay é fantástica. Pedimos duas porções, mas é muita carne, poderíamos ter pedido uma e dividido tranquilamente. Conhecemos um pouco do centro e fomos dormir.


    - 3º Dia
    No sábado não tocamos na moto, deixamos ela descansando no estacionamento, pegamos nosso mate e fomos conhecer a cidade a pé. O dia estava maravilhoso, conhecemos as praças no centro da cidade, a Rambla na costa do Rio del Plata e as feiras de artesanato e de antuguidades que são montadas nas ruas da Cidad Vieja. O pôr do sol em Montevideo é lindo demais, só perde pro meu bom e velho Guaíba hehehee.
    Ficamos encantados com tudo na cidade, que é extremamente bonita ao nosso gosto. Almoçamos um Chivitos no centro da cidade e a noite fomos jantar no restaurante Los Lenos. Pedimos uma parrilla Baby Beef com purê de batata expetacular, dessa vez uma porção só, e serviu nós dois com sobra. Uma patrícia pra acompanhar e a noite estava feita. Passeamos nas praças antes de voltar pro hotel, a noite que estava fria mas bem agradável, sem muito vento. Voltamos pro Hotel e cama!


    - 4º Dia
    Acordamos com chuva no Domingo, tomamos o café da manhã e voltamos pro quarto pra arrumar as bagagens, esperamos a chuva acalmar e saímos, já eram passados das 11hs.
    Acabamos perdendo a manhã inteira por conta da chuva e não conseguimos visitar os estádios da cidade. Arrumei a rota sentido a Valizas, e consegui dar uma passada na volta do estádio centenário, infelizmente o museu estava fechado. Saímos de Montevideu seguindo para a Ruta 9. Errei o caminho e acabei novamente na Ruta 10, onde tive que dar uma volta por Maldonado para voltar para a estrada certa.


    Chegando na Ruta 9 fomos tocado até La Paloma, onde chegamos já eram quase 17hs. O tempo estava bem nublado e a fome já tava batendo, paramos na cidade e achamos apenas um restaurante aberto, devoramos um Chivitos espetacular e passamos no mercado para comprar comida, já que a pousada em Valizas não tinha o rango incluído. Tentamos comprar um vinho, mas não deu, era dia de eleição e a venda de bebidas alcoolicas é proibida. Abastecemos a moto, aproximadamente 200 pesos e pegamos a Ruta 10, rumo a Valizas.


    A noite começou a cair e a estrada começou a me assustar. Entre La Paloma e Valiza a Ruta 10 é deserta, e em alguns pontos não tem asfalto nem sinalização, apenas algumas estacas refletivas pra demarcar o limite da rua e do barranco. Nessa hora me bateu um pavorzinho, pois se desse alguma merda, a gente tava ferrado... Felizmente não deu nada de errado, depois de quase uma hora, chegamos a entrada do Vilarejo. Uma estrada de chão com umas curvas bem fechadas, quase me fui em uma delas.


    A pousada que ficamos era no meio das dunas, não tinha como chegar de moto, conseguimos deixar na casa de um vizinho. A casa de madeira fica a uns 40m do mar, não tem luz elétrica pois é proibido puxar poste tão perto da beira, então é tudo na base do gás e da energia solar. O dono da casa, o Mauro, foi muito atencioso e nos deixou muito a vontade na casa. A casa é um espetáculo a parte, muito bonita e simples ao mesmo tempo, é um mini-hostel. Na noite ficamos só nós dois hospedados. Preparamos um mate e fomos conhecer a beira, a noita estava com bastante vendo e bem nublada, logo depois de voltarmos da praia começou a chuva. Aproveitamos o barulho da chuva e o barulho do mar para pegar no sono, foi a melhor noite sem dúvidas.


    - 5º Dia
    Acormos cedo, com o barulho do mar, e já não chuvia mais. Demos uma volta na praia, que é mais "simples" que Punta del Diablo, pois não tem muitas pedras e tal, mas é linda igualmente. O vilarejo é realmente bem pequeno, no inverno moram 350 pessoas. No verão chega a quase 8 mil. O tempo estava agradável, um pouco nublado, mas bonito. Comemos umas batatas chips e já começamos a arrumar as malas.


    Saímos de Valizas aproximadamente as 11hs, rumo a Chuí. No caminho passamos pelo forte de Santa Teresa, que estava fechado mas valeu a olhada por fora.


    Chegando em Chuí, procuramos algum banco Itaú (aí que fomos descobrir que lá não tinha nada de Itaú), não achamos então tivemos que nos contentar em comprar as muambas com as poucas platas que nos restavam. Almoçamos uma ala minuta em um restaurante do lado brasileiro e ali matei minha saudade de um arroz com feijão. Trocamos o óleo da moto e fomos gastar os trocados. Compramos algumas caixas de Alfajor (espetaculares por sinal), uma manta e algumas meias com as moedas. Já eram quase 4 horas quando voltamos pra estrada, depois de abastecer novamente a moto. 26 reais no total.
    Na aduana brasieira me informaram que eu deveria dar baixa na imigração Uruguaia, então tive que voltar na Aduana uruguaia. Fiz essa mão e seguimos viagem. A tarde já estava caindo e aquela reta infinita nos esperava. Fiquei receoso de atravessar a reserva do Taim essa hora, pois é a hora que mais os animais se atravessam na faixa.
    No fim deu tudo certo, nenhum animal na estrada e chegamos em Pelotas aproximadamente as 19hs. Paramos num posto, pois logo antes de entrar na cidade a moto pediu a reserva. Abastecemos, comemos uns salgados e tomamos um café pra voltar pra estrada. Não queria ter pego a noite, mas agora a vontade de chegar em casa era maior. Saímos de Pelotas exatamente as 20hs, com uma garoa fina nos acompanhando. Alguns kms depois e a chuva caiu. Graças a deus não deu 10min e a chuva já havia cessado. Perguntei pra minha esposa se ela queria descansar e ela me disse que se eu quisesse, podia tocar ficha. Então vim direto de Pelotas a Viamão sem parar, foram pouco mais de 3 horas de estrada, muitos caminhões e muita escuridão no caminho e finalmente chegamos em casa.

  14. #14
    Motociclista Avatar de CkOFan
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Porto Alegre - República Rio-Grandense
    Posts
    1.548
    Foram 1971 kms rodados e só precisei pagar um pedágio. A moto não deu nada de problema e consegui manter sempre a velocidade entre 80 e 100kms/h.
    Não senti tanta dor quanto eu imaginava que ia sentir, só to com um leve desconforto na nuca, acho que por conta do vento que força o capacete.

    To tentando postar as fotos, mas o fórum ta todo estranho pra mim a dois dias. Assim que eu conseguir acessar certinho, posto as fotos

  15. #15
    Piloto de moto Avatar de Vulcan
    Data de Ingresso
    Oct 2014
    Localização
    curitiba - PR
    Idade
    27
    Posts
    3.593
    Citação Postado originalmente por CkOFan Ver Post
    Foram 1971 kms rodados e só precisei pagar um pedágio. A moto não deu nada de problema e consegui manter sempre a velocidade entre 80 e 100kms/h.
    Não senti tanta dor quanto eu imaginava que ia sentir, só to com um leve desconforto na nuca, acho que por conta do vento que força o capacete.

    To tentando postar as fotos, mas o fórum ta todo estranho pra mim a dois dias. Assim que eu conseguir acessar certinho, posto as fotos
    infelizmente estamos todos sofrendo com erro 502
    http://www.pequenasnotaveis.net/thre...mento-do-fórum

    - - - Updated - - -

    Citação Postado originalmente por CkOFan Ver Post
    Foram 1971 kms rodados e só precisei pagar um pedágio. A moto não deu nada de problema e consegui manter sempre a velocidade entre 80 e 100kms/h.
    Não senti tanta dor quanto eu imaginava que ia sentir, só to com um leve desconforto na nuca, acho que por conta do vento que força o capacete.

    To tentando postar as fotos, mas o fórum ta todo estranho pra mim a dois dias. Assim que eu conseguir acessar certinho, posto as fotos
    infelizmente estamos todos sofrendo com erro 502
    http://www.pequenasnotaveis.net/thre...mento-do-fórum

 

 

Tópicos Similares

  1. Moto partindo ao meio
    Por Jackson2005 no fórum Videos
    Respostas: 9
    Último Post: 24-12-11, 17:03
  2. Partindo um arquivo em 2, como?
    Por ThiagoRJ no fórum Boteco da Esquina
    Respostas: 9
    Último Post: 10-02-08, 16:02
  3. A YES do Uruguai
    Por Ramiro no fórum Área de debate
    Respostas: 15
    Último Post: 04-05-07, 15:53
  4. Motos do Uruguai
    Por rulius no fórum Motos do Mundo
    Respostas: 9
    Último Post: 25-04-07, 20:56
  5. Respostas: 4
    Último Post: 26-02-07, 17:55

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •