Welcome guest, is this your first visit? Click the "Create Account" button now to join.

User Tag List

Resultados 1 a 10 de 10
  1. #1

    Qual a função da mola do diafragma do carburador?

    Boa tarde, venho com mais uma dúvida . Procurei em tudo, manual, internet, aqui no fórum, e nada da resposta.


    Enfim, precisei trocar o diafragma do carburador da Titan 150, em uma manutenção de rotina percebi o antigo completamente destruído.



    Resumindo a história, após trocar a partida ficou difícil, tirei o diafragma pra ver se tinha montado certo, voltei a montar, e a moto pegou de primeira. Quando olhei para o chão, vi a mola que vai por cima do diafragma, esqueci de colocar ela. Como precisava sair, deixei sem a mola e usei a moto o dia inteiro. Não notei nenhuma diferença.




    Cheguei em casa e coloquei a mola. Hoje, mesmo problema, partida difícil. Tirei a mola, pegou de primeira.


    Coloquei a mola que estava no antigo diafragma (talvez a mola original), partida difícil. Tirei, pegou de primeira.




    Ficou óbvio que o problema é a mola do diafragma, talvez esse diafragma paralelo não se dê bem com molas (). Não sei explicar, parece mágica.


    Agora fica a dúvida: existe algum problema em ficar sem a mola? Qual a função dela?


    A minha opinião é de que não devo ter grandes problemas, já que o antigo estava todo furado/estourado e a moto funcionava normalmente, troquei por pura prevenção. Só quero entender a função da mola/diafragma pra saber com o que estou lidando.
    TITAN 07/08 ESD

  2. #2
    Usuário de motoneta
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Localização
    São Gonçalo-RJ
    Posts
    324
    Na tampa desse diafragma tem um furo por onde "passa o vácuo" que aciona o diafragma,a mola serve para voltá-lo pro lugar.
    Troquei da minha moto antiga e pus um paralelo e não funcionou bem, taquei silicone no furo da tampa e usei a moto normalmente por anos até ser roubado.

  3. #3
    Citação Postado originalmente por Isac-RJ Ver Post
    Na tampa desse diafragma tem um furo por onde "passa o vácuo" que aciona o diafragma,a mola serve para voltá-lo pro lugar.
    Troquei da minha moto antiga e pus um paralelo e não funcionou bem, taquei silicone no furo da tampa e usei a moto normalmente por anos até ser roubado.
    O material desses paralelos é diferente do original, mas hoje em dia é bem difícil encontrar o original, ficamos reféns desses paralelos.

    Sei qual furo você está falando, até assoprei pra ver se não estava entupido quando fiz a troca/limpeza .

    Obrigado pela ajuda.
    TITAN 07/08 ESD

  4. #4
    Usuário de motoneta
    Data de Ingresso
    Dec 2015
    Localização
    Diamantino-MT
    Idade
    22
    Posts
    334
    Eu não sei como funciona esse diafragma na cg mas geralmente ele causa aqueles estouro no escape se sua moto não falha nem em baixa ou em alta eu nem me encomodaria.

  5. #5
    Citação Postado originalmente por brunocg150sport Ver Post
    Eu não sei como funciona esse diafragma na cg mas geralmente ele causa aqueles estouro no escape se sua moto não falha nem em baixa ou em alta eu nem me encomodaria.

    Quanto a estouro, sem novidade. A única diferença que percebi, agora que parei pra pensar, é que quando acelero ela demora um pouco mais pra desacelerar (isso no neutro, andando não notei diferença), mas quase imperceptível, só fui perceber pois o nosso amigo Isac-RJ comentou da mola fazer o diafragma voltar para o lugar e quando acelerei ela parada percebi e acabei liguei as coisas.
    TITAN 07/08 ESD

  6. #6
    Motociclista Avatar de Ctrl-Alt-Del
    Data de Ingresso
    Jun 2016
    Localização
    São Paulo - SP
    Posts
    731
    Eu entendo que esse conjunto que inclui o diafragma e mola nesse carburador, seria uma bomba de aceleração simplificada.

    Durante as acelerações quando a pressão negativa dentro do Venturi (carburador) alcança um valor determinado. Esse dispositivo aumenta a alimentação de combustível nas acelerações.

    Depois, quando a pressão negativa cair, a força da mola vence a força da pressão sobre o diafragma. Isso faz o diafragma voltar à posição inicial.

    Portanto se a mola não possuir a força certa, então esse dispositivo não funcionará como foi previsto. Ou seja, não funcionará perfeitamente. Poderá abrir antes do momento necessário, depois ou ainda não abrir.

    Isso explica do porquê surgem estouros no escapamento quando se retira a mola ou quando uma mola não está calibrada para operar dentro da faixa da pressão negativa prevista no projeto do carburador.


    Portanto se o diafragma e a mola estão corretos. Algo errado não está certo na regulagem do carburador ou com algum outro componente dele.

    Acertar um bura de uma moto já bem rodada frequentemente requer bom conhecimento de muitas coisas e sensibilidade. Assunto para um bom profissional ou um motociclista que já é ninja.

    Sem ter a motocicleta na frente para analisar todo o conjunto, fica difícil fazer um diagnóstico. Mesmo um mecânico muito competente muitas vezes leva um certo tempo para encontrar a causa.

    Como muitos não dão valor ao serviço de bons mecânicos. O mecânico frequentemente troca logo o carburador para não perder tempo. Porque é mais simples um caboclo aceitar pagar a troca de um bura. Do que reconhecer o valor de horas de serviço para descobrir o problema de um bura e entender que horas de serviço custam.

    PS: não sou mecânico tão pouco tenho a menor pretenção de se-lo.
    Última edição por Ctrl-Alt-Del; 05-06-18 às 03:19.
    Crtl-Alt-Del

  7. #7
    Usuário de motoneta
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Localização
    São Gonçalo-RJ
    Posts
    324
    Se não me engano esse diafragma faz parte de um sistema de enriquecimento para melhorar a resposta da moto em baixa,no meu carburador só funcionou bem o diafragma original,por isso desativei o sistema.

  8. #8
    Novato
    Data de Ingresso
    May 2017
    Localização
    Belo Horizonte - MG
    Idade
    24
    Posts
    1
    Estou com um situação parecida.
    Limpei o carburador da TW esses dias e ficou fino, moto voltou a desenvolver normalmente, a não ser pela primeira partida que está ruim demais agora. Ligar a moto pela manhã, fria, só acelerando. Antes da limpeza ligava de primeira e notei que a lenta está oscilando também. Pensei que fosse combustível ruim, mas vendo esse tópico me lembrei que troquei esse diafragma por um paralelo (não se encontra o original facilmente, infelizmente). Agora vou voltar pro original, que tem um pequeno furo kk, pra ver se o problema é nele. O material do paralelo e o original são totalmente diferentes, na hora que comprei já desanimei, mas não pensei que poderia influenciar tanto assim.

  9. #9
    Citação Postado originalmente por Ctrl-Alt-Del Ver Post
    Eu entendo que esse conjunto que inclui o diafragma e mola nesse carburador, seria uma bomba de aceleração simplificada.

    Durante as acelerações quando a pressão negativa dentro do Venturi (carburador) alcança um valor determinado. Esse dispositivo aumenta a alimentação de combustível nas acelerações.

    Depois, quando a pressão negativa cair, a força da mola vence a força da pressão sobre o diafragma. Isso faz o diafragma voltar à posição inicial.

    Portanto se a mola não possuir a força certa, então esse dispositivo não funcionará como foi previsto. Ou seja, não funcionará perfeitamente. Poderá abrir antes do momento necessário, depois ou ainda não abrir.

    Isso explica do porquê surgem estouros no escapamento quando se retira a mola ou quando uma mola não está calibrada para operar dentro da faixa da pressão negativa prevista no projeto do carburador.


    Portanto se o diafragma e a mola estão corretos. Algo errado não está certo na regulagem do carburador ou com algum outro componente dele.

    Acertar um bura de uma moto já bem rodada frequentemente requer bom conhecimento de muitas coisas e sensibilidade. Assunto para um bom profissional ou um motociclista que já é ninja.

    Sem ter a motocicleta na frente para analisar todo o conjunto, fica difícil fazer um diagnóstico. Mesmo um mecânico muito competente muitas vezes leva um certo tempo para encontrar a causa.

    Como muitos não dão valor ao serviço de bons mecânicos. O mecânico frequentemente troca logo o carburador para não perder tempo. Porque é mais simples um caboclo aceitar pagar a troca de um bura. Do que reconhecer o valor de horas de serviço para descobrir o problema de um bura e entender que horas de serviço custam.

    PS: não sou mecânico tão pouco tenho a menor pretenção de se-lo.

    Entendo, mas não concordo que o problema seja somente regulagem de carburador. O diafragma paralelo usa material diferente, espessura diferente, não podemos aplicar a mesma lógica que aplicaríamos usando o diafragma original.

    Enquanto a moto continuar pegando de primeira e sem estouro, vai ficar sem a mola mesmo. Agora que sei a função dela, se surgirem problemas eu ataco diretamente na raíz, em vez de voltar do zero procurando defeito.

    Citação Postado originalmente por Isac-RJ Ver Post
    Se não me engano esse diafragma faz parte de um sistema de enriquecimento para melhorar a resposta da moto em baixa,no meu carburador só funcionou bem o diafragma original,por isso desativei o sistema.
    Não notei diferença nenhuma. Vou rodar um pouco e ver como a vela fica, se a mistura estiver pobre ou rica, eu vou desativar também.

    Citação Postado originalmente por bhenriquecs Ver Post
    Estou com um situação parecida.
    Limpei o carburador da TW esses dias e ficou fino, moto voltou a desenvolver normalmente, a não ser pela primeira partida que está ruim demais agora. Ligar a moto pela manhã, fria, só acelerando. Antes da limpeza ligava de primeira e notei que a lenta está oscilando também. Pensei que fosse combustível ruim, mas vendo esse tópico me lembrei que troquei esse diafragma por um paralelo (não se encontra o original facilmente, infelizmente). Agora vou voltar pro original, que tem um pequeno furo kk, pra ver se o problema é nele. O material do paralelo e o original são totalmente diferentes, na hora que comprei já desanimei, mas não pensei que poderia influenciar tanto assim.
    Tem gente que cola com cola de remendo de camara de ar, passa a cola e depois seca com secador no quente, ela vira uma borracha.

    Mas se está funcionando normal mesmo furado, eu nem esquentaria a cabeça. Troquei o meu porque estava em últimas condições, nem sabia a utilidade, fiz uma revisão e como ia viajar, não queria arriscar ficar pra estrada por conta de uma pecinha dessa.
    TITAN 07/08 ESD

  10. #10
    Usuário de motoneta
    Data de Ingresso
    Jan 2018
    Idade
    27
    Posts
    182
    O meu diafragma está furado, me cobraram 42 themers em um diafragma original, voltei pra casa e coloquei o velho de volta.
    Moto só liga com afogador puxado, mas depois que esquenta fica normal.

    Enviado de meu A7 usando o Tapatalk

 

 

Tópicos Similares

  1. Qual a função dessa peça
    Por [email protected] no fórum Área de debate
    Respostas: 5
    Último Post: 18-12-16, 15:02
  2. como remover o diafragma do pistonete de um carburador a vacuo?
    Por brunocg150sport no fórum Área de debate
    Respostas: 6
    Último Post: 14-02-16, 15:46
  3. Diafragma do carburador da biz 125 ano 2007
    Por ELENIAS no fórum Área de debate
    Respostas: 4
    Último Post: 13-12-11, 21:21
  4. qual a função da vela em uma moto?
    Por guinomo da pratinha no fórum Área de debate
    Respostas: 20
    Último Post: 26-02-09, 23:10
  5. Qual é a função do afogador??
    Por fred_black no fórum Área de debate
    Respostas: 12
    Último Post: 23-01-06, 13:16

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •