Welcome guest, is this your first visit? Click the "Create Account" button now to join.

User Tag List

Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
Resultados 16 a 29 de 29
  1. #16
    Iniciante
    Data de Ingresso
    May 2007
    Posts
    82
    Citação Postado originalmente por Diego.fcs Ver Post
    Banduleiro, criei um tópico falando da Classic sim, estou curtindo demais a moto, só alegrias. Em relação a manutenção, tive que trocar o coletor de ar da minha, resolvi rapidamente isso na garantia e em uma oficina de qualidade aqui da minha cidade, entramos em contato com a concessionária e no dia seguinte me mandaram um coletor novo original sem custo nenhum, também não tive gastos com mão-de-obra.

    fellpz, concordo contigo, é sempre bom ver novidades, depois desse lançamento comecei a ver muitos anúncios da Lander nova, isso mexe com as concorrentes e forçam os fabricantes a oferecer algo melhor, pra gente isso é ótimo.

    Tornadex, não entregam, mas tem empresa especializada que faz o serviço, muita gente tem feito dessa maneira, mas grande parte vai até lá pega a moto e vai rodando pra casa, eu fiz dessa maneira (620km de distância).

    Ctrl+Alt+Del, no facebook tem um pessoal bem ligado nisso, acredito que tenha sim, dos outros modelos já colocaram lá.
    Beleza, obrigado. Você poderia me indicar uma empresa ?

    Enviado de meu ONEPLUS A5010 usando o Tapatalk

  2. #17
    Viajante experiente Avatar de Diego.fcs
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Arapongas - Paraná
    Idade
    36
    Posts
    9.752
    A empresa que mais vejo fazendo esse serviço é essa aqui: Motorrad Transportes

    Mas dependendo da distância recomendo ir buscar e voltar rodando e curtindo.

    https://www.facebook.com/motorradtra...51129&fref=tag
    Parem o mundo que eu quero descer...

  3. #18
    Usuário de motoneta Avatar de Elcio
    Data de Ingresso
    Oct 2011
    Posts
    471
    E aí? Tudo certo? -- O último post da Himalayan 400cc foi em fevereiro. Agora, ela está no mercado e parece que está vendendo bem. Estão abrindo concessionárias em várias cidades e investindo.
    Alguém tem informações pró e contra a Himalayan? Chegou em Curitiba e estão vendendo por R$ 18.500,00. Tem Freio ABS, Protetor de Motor, e outros itens que me chamam a atenção.
    Estou bem interessado na Moto e seria bom ouvir a opinião do pessoal do Pequenas Notáveis.
    http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/
    'Quem trabalha muito, erra muito. Quem trabalha pouco, erra pouco. Quem não trabalha não erra. E quem não erra... é promovido.'

    .-._.=\-.
    (_) ==º (_)

  4. #19
    Usuário de motoneta Avatar de odilon barth
    Data de Ingresso
    Jan 2018
    Idade
    28
    Posts
    425
    Nunca vi ao vivo. Mas seria minha melhor opção.
    Um dia ainda vou ter uma.

    Enviado de meu LG-K130 usando o Tapatalk

  5. #20
    Usuário de motoneta Avatar de JeffersonCGdS
    Data de Ingresso
    Jan 2016
    Localização
    Campina Grande do Sul
    Idade
    30
    Posts
    128
    A proposta de motor rústico de grande durabilidade e manutenção fácil sendo possível ser feita por qualquer um com conhecimento de ferramentas me chamou muito a atenção. Motor 400, moto grande com aparência de resistente a tudo, porém ao ver o review meio que broxei.

    Xre é 300 e anda como 250, essa 400 é mais ou menos isso. Se tentar manter nos 120 130 vai cair da moto ao parar porque vai adormecer as pernas de tanta vibração. Pelo preço precisaria de mais tecnologia, já é osso a xre custar caro pra caramba sendo a carroça velha que é aí vem mais essa cara pra burro meio pelada, diz que tem abs mas que vantagem tem nisso em um veículo lento?

    Sei dos pontos positivos da moto. Motor com torque brabo, não quebra fácil, fácil manutenção, CC comprometida com envio de peças entre outras coisitas que me fogem a mente, porém não é o bastante para mim, para o meu uso em rodovia pois ali mantenho 120 por todo o percurso e com essa vibração não rola.

    Quem curte uma custom é meio que uma custom off-road, meio que moto de nicho.

    Pra galera que curte é a moto que faltava no mercado assim como aconteceu com a comet e a ninja 250, duas motos de alto desempenho e baixa cilindrada que não existiam e mudaram o mercado das motos, pode ser que essa seja a moto que trará a mudança ou aumentará a mudança que vem acontecendo, pelomenos em Curitiba vejo muita motinha com visual retrô, café racer e custom com cara de velha, com a adição da Royal no mercado esse nicho pode expandir e conquistar uma nova galera que não conhecia.

    Isso tudo foi opinião de um cara que curte visual speed, então pode relevar muita coisa pois é gosto pessoal. Se você gosta, não vou discordar pois é seu direito e te apoio, só não gostei.

    Enviado de meu ASUS_Z00XS usando o Tapatalk

  6. #21
    Usuário de motoneta Avatar de odilon barth
    Data de Ingresso
    Jan 2018
    Idade
    28
    Posts
    425
    Só pra constar, essa moto não se pode compar com xre, lander ou falcon, essa é do segmento clássico, não é moto pra correr é moto pra curtir. Moto pra quem gosta de moto, encontrar a galera, pegar a estrada, tirar fotos...

    Enviado de meu LG-K130 usando o Tapatalk

  7. #22
    Novato
    Data de Ingresso
    Oct 2011
    Posts
    1
    Citação Postado originalmente por JeffersonCGdS Ver Post
    A proposta de motor rústico de grande durabilidade e manutenção fácil sendo possÃ*vel ser feita por qualquer um com conhecimento de ferramentas me chamou muito a atenção. Motor 400, moto grande com aparência de resistente a tudo, porém ao ver o review meio que broxei.

    Xre é 300 e anda como 250, essa 400 é mais ou menos isso. Se tentar manter nos 120 130 vai cair da moto ao parar porque vai adormecer as pernas de tanta vibração. Pelo preço precisaria de mais tecnologia, já é osso a xre custar caro pra caramba sendo a carroça velha que é aÃ* vem mais essa cara pra burro meio pelada, diz que tem abs mas que vantagem tem nisso em um veÃ*culo lento?

    Sei dos pontos positivos da moto. Motor com torque brabo, não quebra fácil, fácil manutenção, CC comprometida com envio de peças entre outras coisitas que me fogem a mente, porém não é o bastante para mim, para o meu uso em rodovia pois ali mantenho 120 por todo o percurso e com essa vibração não rola.

    Quem curte uma custom é meio que uma custom off-road, meio que moto de nicho.

    Pra galera que curte é a moto que faltava no mercado assim como aconteceu com a comet e a ninja 250, duas motos de alto desempenho e baixa cilindrada que não existiam e mudaram o mercado das motos, pode ser que essa seja a moto que trará a mudança ou aumentará a mudança que vem acontecendo, pelomenos em Curitiba vejo muita motinha com visual retrô, café racer e custom com cara de velha, com a adição da Royal no mercado esse nicho pode expandir e conquistar uma nova galera que não conhecia.

    Isso tudo foi opinião de um cara que curte visual speed, então pode relevar muita coisa pois é gosto pessoal. Se você gosta, não vou discordar pois é seu direito e te apoio, só não gostei.

    Enviado de meu ASUS_Z00XS usando o Tapatalk
    A proposta da moto é bem essa:curtir a galera e o passeio sem pressa! Eu compraria uma; simpatizo com essa feiosa...

  8. #23
    Viajante experiente Avatar de Diego.fcs
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Arapongas - Paraná
    Idade
    36
    Posts
    9.752
    Citação Postado originalmente por Elcio Ver Post
    E aí? Tudo certo? -- O último post da Himalayan 400cc foi em fevereiro. Agora, ela está no mercado e parece que está vendendo bem. Estão abrindo concessionárias em várias cidades e investindo.
    Alguém tem informações pró e contra a Himalayan? Chegou em Curitiba e estão vendendo por R$ 18.500,00. Tem Freio ABS, Protetor de Motor, e outros itens que me chamam a atenção.
    Estou bem interessado na Moto e seria bom ouvir a opinião do pessoal do Pequenas Notáveis.
    Fui com minha Classic a Curitiba na inauguração, tinha várias Himalayan lá, inclusive um amigo de Londrina. Todos falam muito bem dela, acredito que hoje seja a moto mais vendida da Royal Enfield no Brasil.

    - - - Updated - - -

    Citação Postado originalmente por JeffersonCGdS Ver Post
    A proposta de motor rústico de grande durabilidade e manutenção fácil sendo possível ser feita por qualquer um com conhecimento de ferramentas me chamou muito a atenção. Motor 400, moto grande com aparência de resistente a tudo, porém ao ver o review meio que broxei.

    Xre é 300 e anda como 250, essa 400 é mais ou menos isso. Se tentar manter nos 120 130 vai cair da moto ao parar porque vai adormecer as pernas de tanta vibração. Pelo preço precisaria de mais tecnologia, já é osso a xre custar caro pra caramba sendo a carroça velha que é aí vem mais essa cara pra burro meio pelada, diz que tem abs mas que vantagem tem nisso em um veículo lento?

    Sei dos pontos positivos da moto. Motor com torque brabo, não quebra fácil, fácil manutenção, CC comprometida com envio de peças entre outras coisitas que me fogem a mente, porém não é o bastante para mim, para o meu uso em rodovia pois ali mantenho 120 por todo o percurso e com essa vibração não rola.

    Quem curte uma custom é meio que uma custom off-road, meio que moto de nicho.

    Pra galera que curte é a moto que faltava no mercado assim como aconteceu com a comet e a ninja 250, duas motos de alto desempenho e baixa cilindrada que não existiam e mudaram o mercado das motos, pode ser que essa seja a moto que trará a mudança ou aumentará a mudança que vem acontecendo, pelomenos em Curitiba vejo muita motinha com visual retrô, café racer e custom com cara de velha, com a adição da Royal no mercado esse nicho pode expandir e conquistar uma nova galera que não conhecia.

    Isso tudo foi opinião de um cara que curte visual speed, então pode relevar muita coisa pois é gosto pessoal. Se você gosta, não vou discordar pois é seu direito e te apoio, só não gostei.

    Enviado de meu ASUS_Z00XS usando o Tapatalk
    Acredito que você nunca tenha andado nessas motos, a Himalayan é o oposto disso, ela não tem vibração, as outras Royal tem alguma vibração em altas velocidades, mas não desse jeito que você mencionou.

    Não vê vantagem em ABS nela porque é veículo lento? Prefiro nem comentar.

    Você consegue manter tranquilamente 120km/h nela em viagens sem problema algum e sem vibração, eu faço isso tranquilamente com a Classic sem problemas, inclusive semana passada fui até Curitiba com a minha, com garupa e bagagem para 2 pessoas mantendo 120km/h na pista com sobra de motor de boa, sem problemas, sem vibração de doer as pernas etc. A Classic tem o desempenho de uma 250cc com o torque de uma CB500, é outro esquema, outra proposta de moto.

    Para quem não conhece as motos, sugiro fazerem um test ride e conversar com os proprietários.

    - - - Updated - - -

    Citação Postado originalmente por assys Ver Post
    A proposta da moto é bem essa:curtir a galera e o passeio sem pressa! Eu compraria uma; simpatizo com essa feiosa...
    Esse é o ponto, entender a proposta do projeto, e para o que foi projetada, ela atende muito bem. Não entendo pessoas reclamarem por elas não andarem em alta velocidades, mas para isso temos modelos específicos para isso.
    Parem o mundo que eu quero descer...

  9. #24
    Piloto de moto Avatar de Vulcan
    Data de Ingresso
    Oct 2014
    Localização
    algum lugar de São Paulo
    Idade
    30
    Posts
    4.027
    entendo a questão de estilo, gosto e uso que se espera da motoca e cada piloto/dono deseja.

    porém só uma coisa me chama atenção nessa moto: a relação de custo de aquisição VS facilidade REAL de manutenção.

    digo isso pq minha biz tem peças yamaha e suzuki (compatibilidade); minha mirage ficou ANO PARADA por causa principalmente de problema na ignição (incompatível).

    e tem mais, como será que essa motoco vai render o tempo? quantos kms vão ter de andar antes de querer vender falando que a moto é boa? quantos vão ficar só tirando fotinho em evento e quantos vão pegar a moto pra rodar milhares de km num ano?
    Uma estrada em boas condições e clima agradável nunca treinará um bom piloto.
    moto: biz 125 remendada
    kasinski mirage 250 EFI carburadorizada
    Óleo: http://www.pequenasnotaveis.net/threads/49600
    http://www.pequenasnotaveis.net/threads/47126
    suspa: http://www.pequenasnotaveis.net/threads/49837
    buras: http://www.pequenasnotaveis.net/threads/49973

  10. #25
    Viajante experiente Avatar de Diego.fcs
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Arapongas - Paraná
    Idade
    36
    Posts
    9.752
    Vulcan, já vi algumas a venda por menos de 500km, alguns compram e se arrepende, como qualquer outra moto. Muitos vão naquela de que tem uma 500cc, então na cabeça deles, ela tem a obrigação de ter o desempenho de uma 500 moderna bicilíndrica, como se uma Harley 1600cc tivesse a obrigação de ter mais desempenho que uma R1, e por aí vai.

    Claro que muitos vão na onda, isso é normal. Mas a maioria está muito satisfeita. Vejo muitos reclamando de vibração, isso e aquilo, mas é como você disse, a maioria desses são aqueles que rodam uns 20km no final de semana pra tirar umas fotos e guarda a moto, assim a moto sempre estará com aquele aspecto "áspero" de motor novo, e nessa faze a vibração é maior.

    Tenho contato, através das páginas do facebook e grupos de whatsapp com proprietários que realmente estão usando a moto, de abril para cá eu rodei 4500km de viagens, tenho a moto faz um ano e ela está com 11.000km.

    Em relação ao custo de manutenção, eu fiz a revisão dos 500km, 3000km, 6000km e 9000km, no manual fala de 6000 em 6000. agora que chegou nos 10.000km farei a cada 5000km. A revisão mais cara foi a de 6000km, mas foi porque eu meti ela no barro e pedi para o mecânico desmontar tudo e lubrificar buchas, rolamentos, cabos etc, essa ficou em R$400,00 com óleo e tudo, no geral as revisões com peças e óleo ficam em R$200,00 com mão de obra. Só troquei a mangueira do coletor de ar que deu um problema, a garantia pagou, de resto não troquei nada.
    Parem o mundo que eu quero descer...

  11. #26
    Piloto de moto Avatar de Vulcan
    Data de Ingresso
    Oct 2014
    Localização
    algum lugar de São Paulo
    Idade
    30
    Posts
    4.027
    Citação Postado originalmente por Diego.fcs Ver Post
    Vulcan, já vi algumas a venda por menos de 500km, alguns compram e se arrepende, como qualquer outra moto. Muitos vão naquela de que tem uma 500cc, então na cabeça deles, ela tem a obrigação de ter o desempenho de uma 500 moderna bicilíndrica, como se uma Harley 1600cc tivesse a obrigação de ter mais desempenho que uma R1, e por aí vai.

    Claro que muitos vão na onda, isso é normal. Mas a maioria está muito satisfeita. Vejo muitos reclamando de vibração, isso e aquilo, mas é como você disse, a maioria desses são aqueles que rodam uns 20km no final de semana pra tirar umas fotos e guarda a moto, assim a moto sempre estará com aquele aspecto "áspero" de motor novo, e nessa faze a vibração é maior.

    Tenho contato, através das páginas do facebook e grupos de whatsapp com proprietários que realmente estão usando a moto, de abril para cá eu rodei 4500km de viagens, tenho a moto faz um ano e ela está com 11.000km.

    Em relação ao custo de manutenção, eu fiz a revisão dos 500km, 3000km, 6000km e 9000km, no manual fala de 6000 em 6000. agora que chegou nos 10.000km farei a cada 5000km. A revisão mais cara foi a de 6000km, mas foi porque eu meti ela no barro e pedi para o mecânico desmontar tudo e lubrificar buchas, rolamentos, cabos etc, essa ficou em R$400,00 com óleo e tudo, no geral as revisões com peças e óleo ficam em R$200,00 com mão de obra. Só troquei a mangueira do coletor de ar que deu um problema, a garantia pagou, de resto não troquei nada.
    relato muito interessante, aprecio os detalhes!
    o horizonte agora parece ser a compatibilidade de peças que so será descoberta quando alguém se afastar demais das CCs ou ficar com grana curta e muito amor pela moto.

    considerando sua experiencia com ela, como ela se saiu no on/off road? aceitável?

    eu ja andei no barro de mirage e senti falta de uma relação curta (ou primeira marcha mais curta), amortecedores traseiros de CB500 é duro pra irregularidades e os pneus de asfalto (aqueles 'mistos padrão honda') deslizavam bagaraio... apesares cheguei no destino. kkkkkk
    Uma estrada em boas condições e clima agradável nunca treinará um bom piloto.
    moto: biz 125 remendada
    kasinski mirage 250 EFI carburadorizada
    Óleo: http://www.pequenasnotaveis.net/threads/49600
    http://www.pequenasnotaveis.net/threads/47126
    suspa: http://www.pequenasnotaveis.net/threads/49837
    buras: http://www.pequenasnotaveis.net/threads/49973

  12. #27
    Viajante experiente Avatar de Diego.fcs
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Arapongas - Paraná
    Idade
    36
    Posts
    9.752
    Citação Postado originalmente por Vulcan Ver Post
    relato muito interessante, aprecio os detalhes!
    o horizonte agora parece ser a compatibilidade de peças que so será descoberta quando alguém se afastar demais das CCs ou ficar com grana curta e muito amor pela moto.

    considerando sua experiencia com ela, como ela se saiu no on/off road? aceitável?

    eu ja andei no barro de mirage e senti falta de uma relação curta (ou primeira marcha mais curta), amortecedores traseiros de CB500 é duro pra irregularidades e os pneus de asfalto (aqueles 'mistos padrão honda') deslizavam bagaraio... apesares cheguei no destino. kkkkkk

    Minha experiência com terra e barro é somente com a classic, a himalayan ainda não tive oportunidade de testar, mas os relatos são bons, principalmente por conta do torque.
    Parem o mundo que eu quero descer...

  13. #28
    Motociclista Avatar de Marvila
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    Salvador-BA
    Idade
    53
    Posts
    762
    Citação Postado originalmente por Vulcan Ver Post
    entendo a questao de estilo, gosto e uso que se espera da motoca e cada piloto/dono deseja.
    porem so uma coisa me chama atencao nessa moto: a relacao de custo de aquisicao VS facilidade REAL de manutencao.
    digo isso pq minha biz tem pecas yamaha e suzuki (compatibilidade); minha mirage ficou ANO PARADA por causa principalmente de problema na ignicao (incompativel).
    e tem mais, como será que essa motoco vai render o tempo? quantos kms vao ter de andar antes de querer vender falando que a moto e boa? quantos vao ficar so tirando fotinho em evento e quantos vao pegar a moto pra rodar milhares de km num ano?
    Hummm...
    Estava refletindo exatamente sobre isso..."facilidade de manutencao". Todo equipamento, por mais robusto que seja, necessita de manutencao...por mais simples que seja. Dai, qual a disponibilidade (e tempo de entrega) dessas pecas ?
    Gostei muito do estilo da motoca e, por mais absurdo que pareca, em se tratando de uma 400cc (mesmo mono), nao me parece um preco absurdo...comparando com o preco de outros modelos, claro!"
    Fico imaginando se e viavel ter uma aqui em Salvador

  14. #29
    Motociclista experiente Avatar de buneco
    Data de Ingresso
    Sep 2009
    Localização
    Uberaba-Mg
    Idade
    27
    Posts
    2.827
    Moto com cara de moto

 

 

Tópicos Similares

  1. Royal Enfield Himalayan já está no Brasil
    Por Diego.fcs no fórum Notícias
    Respostas: 0
    Último Post: 09-08-18, 09:33
  2. Royal Enfield no Brasil em 2017
    Por Diego.fcs no fórum Área de debate
    Respostas: 37
    Último Post: 26-04-17, 09:50
  3. Obra de arte: Royal Enfield 500 customizada
    Por DOUGLAS 00 no fórum Motos do Mundo
    Respostas: 0
    Último Post: 14-06-13, 15:11
  4. Royal Enfield Brasil
    Por Matheus! no fórum Área de debate
    Respostas: 16
    Último Post: 06-09-12, 09:44
  5. Royal Enfield em terras brasileiras … flagramos !
    Por edmilia no fórum Motos do Mundo
    Respostas: 20
    Último Post: 20-03-12, 22:59

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •