Welcome guest, is this your first visit? Click the "Create Account" button now to join.

User Tag List

Resultados 1 a 13 de 13

Tópico: Yamaha Neo 2020

  1. #1
    Usuário de motoneta Avatar de ailton_azul
    Data de Ingresso
    Jun 2016
    Localização
    São Paulo - SPO
    Idade
    44
    Posts
    451

    Yamaha Neo 2020

    Taí uma segunda moto que toparia, se tivesse um dinheiro. Mas chega o produto sem mudanças. Não precisa ne´h.

    Yamaha Neo 2020 chega sem mudanças

    Sidney Levyfev 14, 2019Lançamentos



    Sem qualquer mudança significativa, a Yamaha apresenta o modelo 2020 de seu scooter Neo 125. O pequeno veículo traz como principais atrativos as rodas grandes (aro 14″), o piso flat (reto) e um bom espaço sob o assento, além do câmbio CVT. Como veículo de entrada na família de motos Yamaha, o Neo 125 se destina a quem está iniciando no mundo das motos e também aos motociclistas mais experientes e que precisam de uma segunda moto pequena, prática e econômica para uso diário. Aliás, seu atual (e novo) concorrente – Honda Elite 125 – também encara o desafio de atrair para o segmento de motocicletas novos usuários.
    Neo 125: mudança só nos piscas traseiros, agora separados da lanterna


    Neo 125 UBS: fácil

    Como todo scooter, o Neo 125 é muito prático e fácil de pilotar com seu câmbio CVT – basta acelerar e frear. Seus múltiplos espaços – sob o banco, no escudo frontal, nos ganchos para pendurar sacolas e até no piso onde o piloto apoia os pés – tornam tudo muito mais simples. Seu peso de 97 kg e a pequena altura do assento em relação ao solo (775 mm) facilitam e dão segurança para qualquer piloto, sobretudo a quem tem estatura menor. Sob o assento há espaço para um capacete aberto, mas a Yamaha compensa a falta de um grande espaço com ganchos sob o banco, onde é possível pendurar dois capacetes maiores.
    As mesmas cores disponíveis

    O Neo 125 tem rodas aro 14″, que oferecem maior estabilidade e enfrentam melhor os muitos buracos e irregularidades das ruas. Como um veículo urbano, o Neo 125 tem seu farol e a lanterna traseira em LED, o que é uma vantagem para quem circula à noite para ver e ser visto melhor. Ainda no campo da segurança, o scooter vem equipado com freios UBS (Unified Brake System), que tem disco de 200 mm na roda dianteira e tambor de 130 mm na roda traseira. O sistema UBS atua quando é acionado o manete do freio da roda traseira, distribuindo parte da força aplicada também no freio da roda dianteira, permitindo frenagens mais eficientes e seguras.
    Espaço sob o assento para um capacete aberto

    O motor é de um cilindro, com 125 cm³ de capacidade, 4 tempos, alimentado por injeção eletrônica e que desenvolve potência máxima de 9,8 cv a 8000 rpm e torque de 1,00 kgf.m a 5500 rpm. Nada que empolgue, mas suficiente para boas arrancadas nos faróis e boa desenvoltura no tráfego urbano. No teste que Motonline realizou com o Neo 125, a média de consumo ficou em 40 km/litro. A única mudança na Neo 125 2020 está nos piscas traseiros, que antes era incorporados à lanterna e agora estão separados e posicionados um pouco mais abaixo na rabeta da moto. Segundo a Yamaha, essa mudança foi uma exigência do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito). Nem as cores mudaram e o Neo 125 segue apresentado em 3 cores: vermelho, cinza e branco.
    Preço público sugerido: R$8.390

    Com garantia de 4 anos, – a maior do mercado de duas rodas – e assistência gratuita 24 horas, que inclui nos primeiros 12 meses serviços de reboque, socorro mecânico, chaveiro, troca de pneus, pane seca, hospedagem, táxi e despachante, podendo ser renovado após este período. Há também a revisão preço fixo, da Yamaha, onde o cliente sabe exatamente quanto pagará nas revisões periódicas. O Neo 125 tem preço público sugerido de R$8.390 + frete, e já está disponível nas concessionárias Yamaha de todo o Brasil.

    NÃO DIGO QUE DESTA ÁGUA NÃO BEBEREI
    moto atual: Traxx Dunna 600cc
    Fiat Palio Week
    ​Fiat Lux

  2. #2
    Super Moderador Avatar de Stone
    Data de Ingresso
    Nov 2005
    Localização
    Guabiruba - SC
    Idade
    33
    Posts
    12.235
    Eu jamais teria uma moto dessa. Aliás, nem moto não é....kkkkk
    Pode ser muito boa, confortável e econômica, mas não gosto de andar nessas coisas, acho muito esquisito


  3. #3
    Usuário de motoneta Avatar de ailton_azul
    Data de Ingresso
    Jun 2016
    Localização
    São Paulo - SPO
    Idade
    44
    Posts
    451
    Nunca tive SCOOTER, nem andei. Por isso seria 2ª moto, mas é moto, kkkkkkk.
    Última edição por ailton_azul; 15-02-19 às 14:58.

    NÃO DIGO QUE DESTA ÁGUA NÃO BEBEREI
    moto atual: Traxx Dunna 600cc
    Fiat Palio Week
    ​Fiat Lux

  4. #4
    Motociclista Avatar de Saurus
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    Nova Friburgo / Rio de Janeiro
    Idade
    54
    Posts
    787
    Citação Postado originalmente por Stone Ver Post
    Eu jamais teria uma moto dessa. Aliás, nem moto não é....kkkkk
    Pode ser muito boa, confortável e econômica, mas não gosto de andar nessas coisas, acho muito esquisito
    Citação Postado originalmente por ailton_azul Ver Post
    Nunca tive motoneta, nem andei. Por isso seria 2ª moto, mas é moto, kkkkkkk.
    Tenho um Lead 110. Não quero saber de outra coisa. Nunca mais vendo meu scooter.

    Já guio motocicletas a 45 anos. Só em 2016, depois de ver um vídeo no Youtube de um sujeito em Ho Chi Mihn (antiga Saigon) que gravou o trajeto dele do trabalho para casa naquele "furdunço" que é o trânsito naquela cidade, com um verdadeiro "mar de scooter", foi que me interessei em scooters.



    Antes de experimentar guiar um, pesquisei muito muito mesmo sobre o assunto, história dos scooters, tipos, modelos, prós, contras, ônus, bônus, etc, etc, etc. Acabei praticamente fazendo uma faculdade, mestrado, doutorado e pós-doutorado no assunto. Depois de milhares de horas de estudo e aprofundamento no assunto, concluí que o Lead 110 e Lead 125 são os melhores projetos de pequenos scooters de todos os tempos.

    Testei os que haviam disponíveis no mercado tupiniquim. Foi um novo mundo que se apresentou para mim. XONEI. Quando guiei e vi os atributos do Honda Lead então, foi uma paixão doida. Comprei um Lead, já estou com ele desde 2016. Não quero saber de outro tipo de veículo para uso urbano.

    Em outubro do ano passado peguei um consórcio de uma Biz 125. Quando for sorteado vou ficar com o Biz 125 e o Lead 110. Vai ficar perfeito para mim. A esposa usando o Lead e eu o Biz 125 ou vice-e-versa.

    Recomendo vocês experimentarem. Só tenham sempre em mente que a suspensão de todo scooter é muito dura e desconfortável em buraqueira, qualquer buraquinho ou calombinho na pista vem logo pancada na direção. Mas para quem frequenta trajetos puramente urbanos e com asfalto bom, não tem coisa melhor que scooters pequenos.

    Os do tipo pequenas CUB só perdem feio dos scooters na questão do espaço sob o banco, mas ganham disparado dos scooters no quesito suspensão.
    Última edição por Saurus; 15-02-19 às 14:43.
    Non omni qvod licet honestvm est. Ad corniger omnes poena parva est. Non posse avxilivm pertvrbare. Ad participandvm svmmvm est. Nihil ego fecit. Sic erat cvm ego ad hic. Nihil addvcere, nihil accipere.

  5. #5
    Motociclista Avatar de Banduleiro
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Ceará
    Idade
    32
    Posts
    1.189
    Citação Postado originalmente por Saurus Ver Post
    Tenho um Lead 110. Não quero saber de outra coisa. Nunca mais vendo meu scooter.

    Já guio motocicletas a 45 anos. Só em 2016, depois de ver um vídeo no Youtube de um sujeito em Ho Chi Mihn (antiga Saigon) que gravou o trajeto dele do trabalho para casa naquele "furdunço" que é o trânsito naquela cidade, com um verdadeiro "mar de scooter", foi que me interessei em scooters.


    Vi o vídeo, na hora lembrei do jogo Battlefield Vietnam kkk Tinha uma scooter muito semelhante a do vídeo em um dos mapas hehehe.

    Esses dias vi uma scooter 50cc Jonny, razoavelmente bem conservada no OLX, por um preço muito bom. Pensei em comprar pra deixa-la 100 de mecânica e estética, e a esposa ir pra locais próximos de casa com ela.
    Mas a vendedora não fornecia muitas informações.
    Tenho planos de comprar uma pequena scooter e deixar aqui como uma motinha a mais. Quem sabe ser a primeira experiência da minha filha em duas rodas.
    "Liberdade é pouco, o que eu desejo ainda não tem nome."

    Ex - Honda CBX200 Strada 1999

    Atual: Suzuki GSR125 2015


  6. #6
    Novato
    Data de Ingresso
    Feb 2019
    Posts
    17
    Scooter é a evolução lógica da motocicleta para a cidade.

    Hoje eu ando de moto quando quero "andar de moto".
    Se for só pra me transportar daqui até ali, é scooter.

  7. #7
    Iniciante Avatar de JeffersonCGdS
    Data de Ingresso
    Jan 2016
    Localização
    Campina Grande do Sul
    Idade
    30
    Posts
    98
    Minha esposa tem uma 2017, coisinha extremamente simples. Painel só com velocímetro, combustível e odometro analógico sem parcial. Espaço em baixo do banco não cabe um capacete, não é econômica pois não chega aos 30 por litro, qualquer buraco é um coice na lombar, pra gente grande é desconfortável a posição das pernas já que precisa ficar com o joelho pra fora por falta de espaço, não passa de 90 sendo que na subida é 70 sem vento, freio combinado é mecânico parecendo uma gambiarra pra acionar as duas manetes juntas, freio não é eficiente.

    Preço justo por isso era 5k, aqui em Curitiba a zero é 10 conto.

    Scooter boa é a citicom 300, burgman 400, nmax 500. Essas pequenas não caras, não são confortáveis, não são econômicas e não possuem nada de tecnologia.

    Enviado de meu ASUS_Z00XS usando o Tapatalk

  8. #8
    Novato
    Data de Ingresso
    Feb 2019
    Posts
    17
    Qualquer veículo aqui no Brasil é muito caro, scooter inclusive.
    Não é à toa que toda montadora de fora quer vender no Brasil.

  9. #9
    Usuário de motoneta Avatar de ailton_azul
    Data de Ingresso
    Jun 2016
    Localização
    São Paulo - SPO
    Idade
    44
    Posts
    451
    Consta que os Citycom 300i já proporciona ao proprietário um café prontinho, tal o costume de vazar água quente do sistema (de arrefecimento a líquido). Foi o que me contaram,,,, só filicidade,,, os suzies e nmaxx, aquelas banheiras, devem ter seus vicio tb.
    Última edição por ailton_azul; 20-02-19 às 20:00. Razão: irônico

    NÃO DIGO QUE DESTA ÁGUA NÃO BEBEREI
    moto atual: Traxx Dunna 600cc
    Fiat Palio Week
    ​Fiat Lux

  10. #10
    Motociclista Avatar de Saurus
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    Nova Friburgo / Rio de Janeiro
    Idade
    54
    Posts
    787
    Citação Postado originalmente por JeffersonCGdS Ver Post
    Minha esposa tem uma 2017, coisinha extremamente simples. Painel só com velocímetro, combustível e odometro analógico sem parcial. Espaço em baixo do banco não cabe um capacete, não é econômica pois não chega aos 30 por litro, qualquer buraco é um coice na lombar, pra gente grande é desconfortável a posição das pernas já que precisa ficar com o joelho pra fora por falta de espaço, não passa de 90 sendo que na subida é 70 sem vento, freio combinado é mecânico parecendo uma gambiarra pra acionar as duas manetes juntas, freio não é eficiente.

    Preço justo por isso era 5k, aqui em Curitiba a zero é 10 conto.

    Scooter boa é a citicom 300, burgman 400, nmax 500. Essas pequenas não caras, não são confortáveis, não são econômicas e não possuem nada de tecnologia.

    Enviado de meu ASUS_Z00XS usando o Tapatalk
    Cara, qualquer scooter acima de 150cc já não é mais considerado pequeno. Já é porte médio em diante. Os pequenos scooters são para o commuting, ou seja, pequenos deslocamentos urbanos. Já experimentei Citycom 300i, o SH300... até mesmo o Downtown 300 da Kymco. Todos esses são trombolhudos para trânsito urbano de baixa velocidade (leia-se, engarrafado). Com o Lead 110 canso de "dar benga" em Citycom, SH e Downtown, não pela volocidade ou arrancada, mas simplesmente porque esses ficam "agarrados" em corredores e espaços dianteira de um carro x traseira de outro, espaços em que o Lead passa com folga.

    O Lead tem um espaço embaixo do banco que mais parece um porta-malas. Defeitos do Lead:

    1) Suspensão muito dura, até grão de areia faz a direção dar pancada.
    2) Baixa velocidade máxima (mas nos trajetos que eu uso não tem como passar de 40 Km/h por causa do trânsito).

    Vantagens do Lead:
    1) "Porta-malas" embaixo do banco (cabem 2 capacetes abertos, mas se forem fechado de forma pequena, também cabe tranquilo),
    2) Economia (o meu faz em média 45~50 Km/l, dependendo do estilo de pilotagem), peças e manutenção que custa o preço de troco de pinga,
    3) Passa fácil fácil em qualquer espaço que outros scooters e motos não passam,
    4) Assoalho plano, permite carregar objetos "grandes" no assoalho (usei meu Lead para transportar um monte de coisas na minha mudança de casa),
    5) Gancho para sacolas no escudo frontal,
    6) Compartimento fechado com chave no escudo frontal (podendo levar carteiras, celulares, luvas e outros pequenos objetos alí longe das vistas de malacos e protegidos de chuva)

    Em fim, o Lead é o melhor projeto de scooter pequeno de todos os tempos, de toda a história dos scooters pequenos. Depois do Lead eu classificaria o AN 125 Burgman e o Burgman 125i assim como o Kasinski Prima 150 e Dafra Smart 125 (esta irmã do AN 125 Burgman).

    Desses que estão atualmente sendo lançados, vejo muita piora no primordial em scooters pequenos (tunel central atrapalhanod mobilidade de pés e pernas, porta objetos no escudo aberto, sem tampa, pequeno espaço sob o banco, etc) e sofisticação em coisas que não são tão importantes em um scooter pequeno para pequenos deslocamentos urbanos, tais como idle-stop, chave de presença, etc, encarecendo aquilo que deveria ser simples e barato.
    Última edição por Saurus; 22-02-19 às 14:47.
    Non omni qvod licet honestvm est. Ad corniger omnes poena parva est. Non posse avxilivm pertvrbare. Ad participandvm svmmvm est. Nihil ego fecit. Sic erat cvm ego ad hic. Nihil addvcere, nihil accipere.

  11. #11
    Novato
    Data de Ingresso
    Feb 2019
    Posts
    17
    Concordo com o Saurus. Para mim o apelo do scooter é a simplicidade, comodidade, facilidade. Em vez disso os fabricantes ficam tentando enfeitar o pavão. Bota isso, bota aquilo outro e no fim acabam encarecendo o produto, para pouco benefício e em detrimento de muita gente.

  12. #12
    Motociclista Avatar de Banduleiro
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Ceará
    Idade
    32
    Posts
    1.189
    Citação Postado originalmente por Saurus Ver Post

    ...Em fim, o Lead é o melhor projeto de scooter pequeno de todos os tempos, de toda a história dos scooters pequenos. (...)
    Saurus tá me fazendo pesquisar mais a sério o Lead.
    "Liberdade é pouco, o que eu desejo ainda não tem nome."

    Ex - Honda CBX200 Strada 1999

    Atual: Suzuki GSR125 2015


  13. #13
    Motociclista Avatar de Saurus
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    Nova Friburgo / Rio de Janeiro
    Idade
    54
    Posts
    787
    Citação Postado originalmente por Banduleiro Ver Post
    Saurus tá me fazendo pesquisar mais a sério o Lead.
    Era o Lead 125 que a Honda deveria ter trazido e não a trapizonga do Elite.
    Non omni qvod licet honestvm est. Ad corniger omnes poena parva est. Non posse avxilivm pertvrbare. Ad participandvm svmmvm est. Nihil ego fecit. Sic erat cvm ego ad hic. Nihil addvcere, nihil accipere.

 

 

Tópicos Similares

  1. Motos dos anos de 2020;
    Por Matheus! no fórum Área de debate
    Respostas: 4
    Último Post: 19-06-15, 21:58
  2. Embaixador Yamaha Crossers - Promoção Yamaha
    Por Diey no fórum Área de debate
    Respostas: 15
    Último Post: 09-09-14, 15:29
  3. Respostas: 32
    Último Post: 15-12-12, 18:26
  4. Yamaha YZF-R15 (India) e Yamaha YBR Factor (Brasiuuuuuuuuuuu)
    Por gardenau no fórum Área de debate
    Respostas: 62
    Último Post: 31-07-10, 12:41

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •